23/02/2017
Banda do Vai Quem Quer anima tarde de idosos da Casa do Ancião São Vicente de Paulo, em Porto Velho
Na ocasião, a banda também fez a doação de 45 cestas básicas. Ao som de antigas marchinhas que fizeram história da banda, eles dançaram vestidos com máscaras e plumas.
Com muita animação, os idosos da Casa do Ancião São Vicente de Paul0 receberam nessa quarta-feira (22) a visita da Banda do Vai Quem Quer (BVQQ), considerada o maior bloco carnavalesco da região Norte. Ao som de antigas marchinhas que fizeram história da banda, eles dançaram  vestidos com máscaras e plumas.

Edilson Brasil da Silva, 66 anos, relembrou a alegria de anos passados quando era camelô e aproveitava o grande público que a banda sempre atraía para faturar uma renda extra. ‘‘Era chapéu, fitinhas, colar, e eu vendia tudo. Era muito bom’’, recordou, revelando ainda que conheceu o ‘‘Manelão’’, o presidente fundador da banda, em 1986, “e era um homem sempre muito simpático”.

‘‘Posso sentir o espírito de alegria dele aqui hoje’’, destacou Edilson, que teve a visão prejudicada devido a uma catarata em estado avançado, mas mesmo não conseguindo enxergar, ficou muito feliz com a lembrança que recebeu. ‘‘Me disseram que tem a figura do Manelão neste copo, então vou guardar com todo o carinho’’, assegurou.

Maria Leite Reis, 77 anos, também demostrava alegria com a presença dos visitantes especiais. Toda produzida e com sua animação natural ela se destacava como a ‘‘musa da Casa do Ancião’’. Mas ela não estava sozinha. Além das musas 2017 da banda, a festa foi reforçada com a alegria das Jade, grupo da terceira idade do Sindicato dos Servidores Públicos Federais de Rondônia (Sindsef).

‘‘Sempre estamos presentes nos carnavais da banda, e estamos muito contentes em prestigiar este evento filantrópico. A banda é carnaval, mas também tem seu lado solidário’’, avaliou diretora administrativa do Sindsef, Eliete Azevedo.

Para a presidente da BVQQ, Siça Andrade, filha de Manelão, a iniciativa foi uma oportunidade de levar um pouco mais de alegria aos idosos. ‘‘Foi muito emocionante ver a alegria deles’’.

DOAÇÃO

Na ocasião, a banda também fez a doação de 45 cestas básicas. ‘‘Os foliões aderiram à campanha de adquirir copos da banda em troca de alimentos. Conseguimos arrecadar quase uma tonelada de alimentos’’, comemorou Siça, que doou outra parte dos alimentos arrecadados para outra instituição filantrópica. Solidariedade e muita emoção para os 32 idosos que têm a dignidade e a promoção da qualidade de vida garantida através das ações do governo de Rondônia.

A estagiária de serviço social da Casa, Jucy Zambiazzi, destacou toda a mobilização dos servidores, especialmente da assistente social Tânia Nicolau, para que os idosos estejam sempre incluídos em atividades culturais e de promoção da saúde física e mental. ‘‘Ficamos muito felizes em proporcionar aos idosos este momento tão alegre, com esta iniciativa da banda, e tivemos como resultado a união da sociedade para fazer o bem uns pelos outros’’, considerou.

Uma atitude, segundo ela, que vem despertar o olhar da sociedade para uma terceira idade ativa. ‘‘Um idoso que fica em uma casa de longa permanência sente falta do convívio em família e da interação com a sociedade, e momentos como este trazem isso a eles. Este aconchego, esta certeza que eles estão sendo vistos’’, avaliou.

A Casa localizada na rua Tenreiro Aranha, 2062, centro de Porto Velho, é vinculada à Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas) e tem por finalidade abrigar idosos a partir dos 60 anos, que passam por abandono ou maus-tratos. As visitas são acompanhadas por profissionais da Casa e podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h.





 

Fonte: Secom - Governo de Rondônia