23/11/2016
Mesmo com limpeza constante da prefeitura, lixo toma conta de terreno baldio na Zona Leste de Porto Velho
Falta de conscientização da população é a principal responsável pela quantidade de lixo, entulho e até animais mortos no local. Lei municipal já regula a limpeza de terrenos baldios, mas na pratica terrenos seguem abandonados.
Lixo. Entulho. E até animais mortos. Tudo isso jogando em um terreno baldio na região leste da capital.

Além da poluição visual o lixo, o mau cheiro e o mato tomam conta da precária rua.

O depósito de lixo inadequado no terreno contribui para a proliferação de animais, como os urubus que se alimentam de animais mortos jogados no local.

Apesar disso há quem faça do lixo descartado o seu sustento, como este senhor, que preferiu não grava entrevista e nem revela a identidade, mas que relatou a falta de respeito da população que de acordo com ele joga lixo com frequência na região.

Os terrenos baldios sempre são alvos de reclamações por parte da população. Em Porto Velho já existe uma lei municipal que obriga os proprietários desse tipo de terreno a manterem o local limpo e conservado. A multa pelo descumprimento da norma varia de R$ 441,00 a R$ 4.412,00, mesmo assim parece não haver uma solução para o problema.

Tentamos contato com as secretarias de obras e meio ambiente, mas não obtivemos retorno.






 

Fonte: Redação