20/10/2016
Após protestos, moradores alegam que obras foram paralisadas após resultado das eleições
De acordo com moradores as maquinas deixaram o local no dia 3, um dia após o primeiro turno do pleito municipal. Maquinas da Semob estiveram hoje (20), em uma das ruas que tiveram serviços de drenagem e asfaltamento paralisados.

No dia seguinte aos protestos, poeira e muito entulho. As maquinas da prefeitura já estavam trabalhando em uma das ruas que causaram os protestos da última quarta-feira no bairro lagoinha, na zona leste de Porto Velho.

Segundo Suely dos Santos, moradora da rua cascavel, as maquinas paralisaram o serviço um dia após o resultado do primeiro turno das eleições.

Segundo informações que foram passada aos moradores, as obras na região serão apenas para amenizar a atual situação.

A informação de que as maquinas deixaram de trabalhar um dia após o resultado das eleições é confirmado por uma moradora que não quis se identificar

Ela ainda adverte de que caso as maquinas da prefeitura não finalizem o serviço eles irão fechar novamente a Avenida Alexandre Guimarães.


De acordo com a prefeitura de Porto Velho as ruas se encontram nesta situação, pois a empresa que fornece manilhas não conseguiu suprir a alta demanda e por isso optou se pela  paralisação dos serviços. De acordo com o Secretário Ricardo Favaro, da Secretaria Municipal de Obras, a Semob, uma nova licitação será feita para que só depois as obras de drenagem e asfaltamento retornem, mas segundo o setor de licitações da Secretaria de administração o processo ainda não foi iniciado e não tem data para que isso ocorra. Até lá os moradores continuaram sofrendo.





 
 

Fonte: Redação