01/08/2016
Começam hoje em Rondônia as inscrições para 3ª edição do Prêmio Boas Ideias
Ano passado o vencedor do prêmio foi o soldado da Polícia Militar e também professor, Tiago dos Santos Medeiros, que venceu com o projeto que sugere que policiais façam curso de língua portuguesa específico para melhorar a emissão de BO policial.

As inscrições para a 3ª edição do Prêmio Boas Ideias iniciam hoje (1°), o concurso neste ano irá abordar duas áreas temáticas: Atendimento direto ao cidadão e uso eficiente dos recursos públicos. Podem concorrer ao prêmio servidores do executivo estadual, inclusive comissionados, com uma ideia em cada tema.

Segundo a coordenadora, Ceiça Pinheiro, o prêmio é organizado pela Superintendência Estadual de Assuntos Estratégicos (Seae) e os interessados podem se inscrever pelo site: www.boasideias.ro.gov.br até o dia 4 de setembro.

“Basta entrar no site e clicar no ícone ‘inscreva-se’ e seguir o passo a passo, lembrando que são dois formulários, o primeiro são os dados pessoais do servidor e o segundo as informações da ideia”, explicou Ceiça Pinheiro.

A proposta do Prêmio Boas ideias, conforme a coordenadora, é oferecer oportunidade para que o servidor possa contribuir com projetos inovadores para melhorar o atendimento no serviço público. De todas as propostas inscritas, serão selecionadas as dez melhores, das quais somente três serão classificadas para a final. O primeiro lugar será premiado com R$ 13 mil, o segundo com R$ 8 mil e o terceiro com R$ 6 mil. Esses valores serão deduzidos o imposto de renda.

Ano passado o vencedor do prêmio foi o soldado da Polícia Militar e também professor, Tiago dos Santos Medeiros, que venceu com o projeto que sugere que policiais façam curso de língua portuguesa específico para melhorar a emissão de boletim de ocorrência (BO) policial. Erros no preenchimento da ocorrência estariam comprometendo o resultado final do trabalho. Segundo Ceiça Pinheiro, o projeto está em fase de execução, e deve ser implantado ainda neste ano.

Ano passado, o Prêmio Boas Ideias teve 150 inscritos, a meta para este ano é que o número seja bem maior. Todas as ideias, mesmo as não premiadas, passam a fazer parte de um banco de dados do governo estadual, e dependendo da situação poderão ser colocadas em prática.





 



Fonte: Governo de RO