25/07/2016
MP, TRE e OAB iniciam campanha Votar é Legal para conscientização de jovens eleitores
A partir de 1º de agosto, a campanha será levada a escolas públicas municipais e estaduais, com a participação de voluntários que promoverão a conscientização dos alunos do Ensino Médio sobre a importância do voto.

O Ministério Público do Estado de Rondônia, a Escola Judiciária Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RO) e a Comissão Especial de Direito Eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RO), deram nesta segunda-feira, dia 25 de julho, o pontapé inicial para a campanha Votar é Legal, que tem como público-alvo os alunos do ensino médio de escolas públicas e privadas com o objetivo de conscientizá-los sobre a importância do voto e de ressaltar a necessidade do combate à corrupção.

O lançamento da campanha ocorreu no auditório do MP-RO, em Porto Velho, com transmissão para todas as Comarcas do interior por meio do sistema de videoconferência, e contou com a participação dos estagiários administrativos da Institucional, do período matutino e vespertino.

Na abertura do evento, os recreadores do Serviço Social do Comércio (SESC), Francisco de Assis Marinheiro, o Tico Marinheiro, e Marcos Cequetto, fizeram uma dinâmica com os estagiários, na qual enfatizaram a importância do voto consciente de uma forma lúdica e divertida.

O coordenador de Planejamento e Gestão do MP-RO, Promotor de Justiça Jorge Romcy Auad Filho,enfatizou que o objetivo da campanha Votar é Legal é levar aos jovens uma mensagem de conscientização e responsabilização pelas suas escolhas na hora do voto. “O voto é a arma que os cidadãos têm para mudar a atual realidade do país”, enfatizou o Promotor de Justiça, o qual enfatizou a importância da parceria com o Tribunal Regional Eleitoral(TRE) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na campanha.

O presidente da Comissão Especial de Direito Eleitoral da OAB/RO, Cássio Vidal, e a diretora-geral do TRE, Elizete Mesquita, também enalteceram a iniciativa que visa não só conscientizar os jovensna hora do voto, mas também estimular a participação deles na vida política, fazendo o alistamento eleitoral a partir do 16 anos, apesar de ser o voto facultativo até os 18 anos, assim como não vendero voto ou votar em branco ou nulo. “Votar em branco ou anular o seu voto, não anula a eleição”, enfatizou Elizete Mesquita.

A partir de 1º de agosto, a campanha será levada a escolas públicas municipais e estaduais, com a participação de voluntários que promoverão a conscientização dos alunos do Ensino Médio sobre a importância do voto. As palestras nas escolas prosseguirão até o mês de setembro.

No interior, o cronograma de palestras será definido pela Promotoria de Justiça da Comarca que aderir à campanha. Os estudantes serão estimulados a disseminar a campanha por meio das redes sociais com postagens de fotos e vídeos sobre o tema, utilizando as hastags #votarélegal #nomeuvotomandoeu #mpro.]





 



Fonte: MP/RO