20/07/2016
Corpo de Bombeiros alerta sobre focos de queimadas; em Rondônia já foram registrados mais de 1.200 neste ano
O Corpo de Bombeiros recebe denúncias de queimadas irregulares por meio do número 193. A fiscalização é feita via terrestre ou aérea com voos de monitoramentos.

  Foto: Daiane Mendonça/Secom RO/Reprodução
A Coordenadoria de Operações do Corpo de Bombeiros tem realizado diariamente o monitoramento de queimadas ocorridas em todo o estado. O coordenador de Operações, tenente-coronel Lindoval Rodrigues Leal, informa que este ano já foram registrados 1.235 focos em Rondônia.

Leal explicou que neste ano o período de estiagem, também conhecido como verão amazônico, começou mais cedo e por isso as pessoas devem tomar alguns cuidados neste período crítico devido a queda da umidade do ar. “As queimadas causam grandes consequências à saúde humana e aumenta o número de acidentes nas rodovias devido à baixa visibilidade”, afirmou.

A fumaça também causa grandes problemas nos aeroportos, que são fechados devido à falta de visibilidade para pouso e decolagem das aeronaves. Por isso, o Corpo de Bombeiros tem feito campanhas, como a Queimada Zero, para conscientizar as pessoas para que não façam queimadas.

Em junho deste ano foram registrados 170 focos de incêndio, contra 119 no mesmo período do ano passado. Até esta terça-feira (19), foram registrados 189 focos, contra 423 no mês de julho de 2015. Dos 189 focos registrados neste mês em todo o estado, 116 foram registrados no município de Porto Velho, que lidera o ranking de queimadas em Rondônia.

O Corpo de Bombeiros recebe denúncias de queimadas irregulares por meio do número 193. A fiscalização é feita via terrestre ou aérea com voos de monitoramentos abordo da aeronave Cessna – 210. “Semana passada a equipe sobrevoou a região de Itapuã do Oeste, após uma denúncia”, disse.

O Corpo de Bombeiros conta com cerca de 690 bombeiros militares e está presente em 14 municípios com equipes prontas para o combate.





 



Fonte: Secom - Governo de RO