28/06/2018
Tiroteio em redação de jornal nos Estados Unidos deixa mortos e feridos
O atirador pode ter sido preso. O jornal pertence ao mesmo grupo do Chicago Tribune e do The Maryland Gazette, um dos mais antigos em circulação nos Estados Unidos.
Um tiroteio na redação do jornal Capital Gazette em Maryland, nos Estados Unidos, provocou várias vítimas. A informação de que funcionários da redação foram feridos foi confirmada pelo repórter Phil Davis. "Não há nada mais assustador do que ouvir várias pessoas sendo atingidas por tiros, enquanto você se esconde debaixo da mesa e depois ouve o atirador recarregar a arma", escreveu no Twitter.

Antes dele, o estagiário Anthony Messenger publicou na mesma rede, por volta das 14h43 locais (15h43 de Brasília), que havia um atirador ativo no "888 Bestgate", endereço da redação. "Por favor, nos ajudem", pediu.

Um dos atingidos seria John McNamara, que trabalhou no Gazette é editor no Bowie Blade-News. Não há mais informações sobre o estado de saúde dele. O Departamento de Polícia de Maryland confirmou pelo menos quatro mortos e vinte feridos.

Conforme o Daily Mail, há uma grande presença policial na área. O atirador pode ter sido preso. O Capital Gazette é um jornal que circula diariamente na cidade de Anápolis.

O jornal pertence ao mesmo grupo do Chicago Tribune e do The Maryland Gazette, um dos mais antigos em circulação nos Estados Unidos. Segundo a rede ABC, o presidente Donald Trump já foi informado do tiroteio. "Os nossos pensamentos e orações estão com as pessoas afetadas", disse Lindsay Walters, secretária de imprensa da Casa Branca.







 

Fonte: Notícia ao Minuto