22/06/2018
Brasil vence Costa Rica por 2 a 0 nos acréscimos
Milhões e milhões de gargantas desentalaram nos acréscimos. O grito de gol veio à boca inúmeras vezes, mas parou no travessão, parou em Keylor Navas, parou numa rara má pontaria de Neymar, parou até no VAR, que anulou pênalti em cima do camisa 10.


O Brasil sofreu para fazer o primeiro gol. Só saiu na fase de acréscimos com Philippe Coutinho.

A Costa Rica tentou atacar mas acabou levando o segundo gol com sete minutos além do tempo regulamentar por intermédio de Neymar que marcou seu quinto gol em Copas.

O Brasil jogou com Alisson:  Fagner. Tiago Silva, Miranda e Marcelo: Casemiro, Paulinho depois Firmino e Philippe Coutinho; William depois Diego Costa, Gabriel Jesus depois Fernandinho e Neymar.

Brasil 2 Costa Rica 0. O Brasil vai para 4 pontos ganhos e na última rodada vai enfrentar a Sérvia.

Neymar com 5 gols em Copas se igualou a Zico, Romário e Garrincha.

Milhões e milhões de gargantas desentalaram nos acréscimos. O grito de gol veio à boca inúmeras vezes, mas parou no travessão, parou em Keylor Navas, parou numa rara má pontaria de Neymar, parou até no VAR, que anulou pênalti em cima do camisa 10.

Quando o empate era uma realidade dura, Philippe Coutinho apareceu para concluir na grande área e fazer o Brasil respirar na Copa do Mundo. Respirar, tocar, tocar, tocar, dar olé e esperar o segundo, de Neymar, para o jogo poder acabar. Ao apito final se seguiram muitas lágrimas do atacante, ainda longe das condições ideais, mas sem um enorme peso nos ombros. Agora com quatro pontos, o Brasil vai decidir seu futuro contra a Sérvia, na próxima quarta-feira. Poderá passar em primeiro, em segundo ou nem avançar. Depende de outros resultados. Mas o futuro clareou após os gols no fim.

VAR

A agonia brasileira parecia que teria fim quando o holandês Bjorn Kuipers deu pênalti de González em Neymar. Mas o VAR, que não foi utilizado na estreia e provocou uma carta de reclamação da CBF para a Fifa, entrou em ação. O compatriota Danny Makkelie avisou e Kuipers voltou atrás.






 

Fonte: Alexandre Lozetti, Edgard Maciel de Sá e Tossiro Neto - Rússia