27/04/2018
Prefeitura anuncia projeto de videomonitoramento para atender o trânsito em Porto Velho
Segundo O titular da Semtran São 50 mil vítimas fatais de acidentes de trânsito no Brasil. Em Porto Velho, só no ano passado, foram registrados 30 mortes nas ruas da capital.
O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB), lançou nesta sexta-feira (27) a 5ª edição do Movimento ‘Maio Amarelo’, com ações voltadas para a segurança no trânsito. Na oportunidade, o chefe do Executivo Municipal falou dos projetos que devem fazer da capital uma cidade tecnologicamente inteligente.

“Além da iluminação pública, cujo processo já se encontra adiantado, temos também estudos para viabilizar a implantação de um sistema de videomonitoramento nas ruas de Porto Velho”, anunciou o prefeito.

Segundo ele, esse sistema ajudará para uma fiscalização em tempo real com maior abrangência. “Além de conscientizar a população, também atuaremos para melhorar nosso trânsito de forma mais eficaz e dinâmica”, acrescentou.

Campanha

Através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transporte (Semtran), de 02 até o dia 30 de maio, várias equipes da Prefeitura estarão nas ruas, instituições públicas e escolas com blitz educativa, pit stop e palestras para fomentar discussões e atividades voltadas à urgente necessidade de reduzir o número de vítimas de acidentes de trânsito na capital.

Mortes

O titular da Semtran, Carlos Henrique da Costa, informou que o Município disponibilizará mídia de plano de fundo para computadores, banners, cartazes e folders para livre distribuição.

Segundo ele, o movimento chama atenção para o número alarmante de vítimas. “São 50 mil vítimas fatais de acidentes de trânsito no Brasil. Em Porto Velho, só no ano passado, foram registrados 30 mortes nas ruas da capital, isso tem que mudar”, salientou.

Carlos Henrique lembrou que, todos os anos, o movimento traz um tema diferente. “Minha Escolha Faz a Diferença”, foi o tema do ano passado. Neste ano, o slogan é “Nós Somos o Trânsito”, para mostrar que todos, sem exceção, são responsáveis pela pacificação do trânsito”, acentuou.

Uma das autoridades no lançamento do Maio Amarelo, Marcos Terceiro, chefe do Grupo de Educação para o Trânsito e Cidadania, da Superintendência da Polícia Rodoviária Federal em Rondônia, elogiou a iniciativa, acrescentando que a educação é fundamental para que ocorra uma mudança de comportamento da população. “Cada um deve fazer sua parte, o poder público, a fiscalização (por parte dos órgãos responsáveis) e a própria população, que deve adotar comportamentos saudáveis para tornar o trânsito mais seguro”, salientou.

Maio Amarelo

O movimento Maio Amarelo é uma ação mundial desenvolvida sob orientação da Organização das Nações Unidas. O movimento foi lançado originalmente em 2014 pelo Observatório Nacional da Segurança Viária e hoje é realizado em várias partes do mundo.






 

Fonte: PMPV