24/04/2018
Emergências nas UPAS registram baleados e vítimas de acidentes de trânsito
Além das emergências, cujo atendimento é imediato na sala vermelha, o que tem chamado a atenção dos médicos plantonistas são os altos índices de pessoas atendidas devido à embriaguez e acidentes de trânsito.
Neste final de semana (sábado e domingo) Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da capital realizaram 2.112 atendimentos. Além das emergências, cujo atendimento é imediato na sala vermelha, o que tem chamado a atenção dos médicos plantonistas são os altos índices de pessoas atendidas devido à embriaguez e acidentes de trânsito, de acordo com o médico Evair Krochinski.

O médico esteve de plantão na Upa Zona Leste. Ele relatou dois casos de pessoas baleadas, um deles foi encaminhado ao Hospital João Paulo II devido à gravidade da situação.

Ana Adelaide

Nessa unidade de saúde foram registrados casos de febre alta, mordida de cachorro (grave) e uma queda, que resultou em traumatismo craniano leve do paciente.

Também no Ana Adelaide e na UPA zona Sul os registros de atendimentos de emergência e urgência entre adultos apontaram, em sua maioria, casos de febre alta, picos de pressão e dores no peito.

A Upa Zona Leste realizou 895 atendimentos, sendo 621 de clínica médica (classificação verde), odontologia 31 pacientes, emergência 22. Na sala de sutura foram atendidos 122 pessoas.

Na Upa zona Sul foram 634 atendimentos no total - 547 deles na clínica médica. 07 na emergência, 50 na sutura. Na odontologia foram atendidos 18 pacientes.

Pronto Atendimento Ana Adelaide total de 583 atendimentos, 407 de clínica médica, emergência 15 atendimentos e 21 suturas. A unidade tem médico pediatra de plantão e nesse fim de semana foram 115 atendimentos em crianças.





 

Fonte: PMPV