19/01/2018
Representante de Rondônia vence e vai à disputa nacional
O evento aconteceu no sábado (13), na Travessa Manelão, no centro da cidade, mas o resultado oficial foi divulgado nesta quinta-feira (18). Um grande público compareceu à Travessa Manelão para acompanhar a batalha entre MC's de Rondônia e Acre pela única vaga da região Norte para o evento nacional.
O MC Carlos, que venceu a Batalha de Jambera contra concorrentes do Acre, vai representar Rondônia em competição Nacional. O evento aconteceu no sábado (13), na Travessa Manelão, no centro da cidade, com apoio da prefeitura de Porto Velho, por meio do Departamento de Políticas Públicas para a Juventude, mas o resultado oficial foi divulgado nesta quinta-feira (18).

A diretora do Departamento de Políticas para a Juventude, Geovana Kisner, comemora o resultado. “É a primeira vez que Rondônia passa pela batalha regional e chega a nacional. Isso significa que o apoio da prefeitura contribuiu de alguma forma para esse feito extraordinário, significa que vale a pena acreditar nos jovens”, destacou.

Kisner afirma que o Município tem total interesse em continuar apoiando os mais variados segmentos da juventude, uma vez que tais ações fazem parte do projeto idealizado pelo prefeito de Porto Velho dr Hildon Chaves. “Enquanto eles estão rimando e cantando, esses jovens estão longe de influências maléficas, a exemplo da marginalidade e das drogas. Precisamos fortalecer ainda mais a cultura rap e revelar novos talentos”, acrescentou depois de parabenizar a todos os participantes.

Um grande público compareceu à Travessa Manelão para acompanhar a batalha entre MC's de Rondônia e Acre pela única vaga da região Norte para o evento nacional. A disputa foi duríssima, mas ao final deu Rondônia. Mc Carlos, o vencedor, agora vai disputar a batalha nacional, marcada para julho em Belo Horizonte. Ele terá todas as despesas custeadas pela organização do evento.

A Batalha de Jambera foi o primeiro evento que teve o apoio do Departamento de Políticas Públicas para a Juventude em 2018, mas Geovana Kisner garante que é só o começo. A exemplo do que ocorreu em 2017, quando a prefeitura apoiou as Batalhas do Parque, realizadas no Parque da Cidade, o Município se coloca a disposição para as disputas que acontecerão ao longo de 2018. Ela entende que a contribuição municipal ajuda a mudar a visão do público em relação a cultura rap, tornando-a cada vez mais forte e popular.





 

Fonte: PMPV