19/12/2017
MP oferece denúncia referente às investigações da Operação Overbooking
A denúncia refere-se a voos supostamente efetuados entre os anos de 2007 e 2012, indevidamente pagos com autorização dos ex-presidentes Neodi Carlos Francisco de Oliveira, Valter de Araújo e José Hermínio Coelho. O valor do prejuízo causado, em valores atualizados, ultrapassa R$ 2.000.000,00.
O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio do Centro de Atividades Extrajudiciais (CAEX) e do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), ofereceu denúncia decorrente dos fatos revelados nas investigações da Operação Overbooking.

Cinco meses após deflagrada Operação, concluiu-se a investigação, sendo constatadas irregularidades nos pagamentos efetuados pela Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia em favor da empresa aérea Assis Aero Taxi Ltda. (Jacaré Taxi Aéreo), que executava o serviço de fretamento de voos, disponibilizando aeronaves e tripulação.

Segundo o apurado, a empresa era contratada para fazer deslocamentos aéreos de parlamentares, e no entanto, inúmeros voos devidamente cobrados e pagos pelo poder público não foram realizados ou não foram realizados a serviço do Legislativo Estadual, causando enorme prejuízo ao erário.

A denúncia refere-se a voos supostamente efetuados entre os anos de 2007 e 2012, indevidamente pagos com autorização dos ex-presidentes Neodi Carlos Francisco de Oliveira, Valter de Araújo e José Hermínio Coelho, sendo que o valor do prejuízo causado ao erário, em valores atualizados, ultrapassa R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais).

Operação Overbooking

Overbooking é uma expressão em inglês que significa excesso de reservas, que acontece quando a venda ou reserva de bilhetes ou passagens fica acima do número de lugares realmente disponíveis, tornando impossível a prestação do serviço.





 

Fonte: MP/RO