24/11/2017
Temer garante ampliação do aeroporto de Porto Velho
O presidente da República falou que liberou R$ 2 bilhões para os municípios brasileiros fecharem o ano com as contas em dia e ainda garantiu que vai conseguir recursos para melhorar e ampliar o aeroporto de Porto Velho.
O presidente da República, Michel Temer (PMDB), participou na manhã desta quinta-feira (23) da inauguração do Hospital de Amor Amazônia (Hospital de Câncer da Amazônia), localizado na BR-364 em Porto Velho. Em seu pronunciamento, Temer disse que poderia resumir o momento em um única palavra: religiosidade. O presidente ainda anunciou melhorias e ampliação do aeroporto da capital, Governador Jorge Teixeira de Oliveira.

Temer estava acompanhada de várias autoridades, entre senadores e deputados federais, além do governador Confúcio Moura (PMDB), a quem elogiou em seu pronunciamento pela delicadeza, educação e suavidade. Henrique Prata, presidente da Fundação Pio 12, falou da forma que fez contato com o presidente da República, recorrendo à religião para tentar sensibilizar políticos, além de mostrar que a força da população, em referência a unidade de saúde que é mantida por doações não governamentais. 

Em resposta, Temer aproveitou o mesmo discurso para enaltecer o trabalho realizado por Henrique Prata.

“Religião serve sempre como uma religação entre as pessoas. Eu digo isso porque Henrique Prata, todos aqui, tanto falaram e invocaram Deus e os santos, como São Pedro, em na minha cabeça, só mesmo a figura dotada de uma espiritualidade superior, capaz talvez de despojar-se das vaidades humanas poderia realizar o que foi realizado em Barretos e agora está realizando aqui em Rondônia. Henrique Prata é o sinônimo da religiosidade”, disse o presidente Temer.

Já o governador Confúcio Moura comparou o trabalho do presidente da Fundação Pio XII à velocidade de carros de fórmula 1. “A velocidade do Henrique Prata era mais rápida que a do governo. Quando ele chegou aqui já foi construindo ao lado do Hospital de Base e eu pensei: é agora que vou ser preso. Mas, conseguimos resolver tudo dentro da legalidade, e hoje temos essa obra grandiosa aqui”, disse o governador que ainda falou que o momento era de alegria e por isso se fazia necessário deixar “o sangramento que o presidente tem passado de lado”.

Henrique Prata foi o primeiro a discursar e disse que muita gente se questionava o que ele tinha vindo fazer em Rondônia, e hoje estava a resposta. “O povo de Rondônia é um povo muito solidário. Todos os 52 municípios fizeram doações para ajudar na construção. E agora, um hospital construído desta forma, tem que vir, também dos parlamentares, emendas impositivas. O hospital que não tem interesse financeiro. Agora posso dizer que vim para Rondônia mostrar como se trata câncer e como se respeita as pessoas como irmãos”, afirmou Prata. 

Durante a cerimônia, também foi entregue um portaria ao presidente da República autorizando a o funcionamento do Hospital do Amor Amazônia como Unidades de Assistência de Alta Complexidade (Unacon). 

“Amor, é isso que devemos preservar, incentivar pregar entre os brasileiros em geral, não devemos ter brasileiro contra brasileiro, devemos ter brasileiro com brasileiro e brasileiro quando se une significa exatamente amor. As objeções de natureza política, administrativa são mais do legítimas e naturais legais e nos ajudam, até, a construir um governo. Mas, em um governo de 18 meses, eu só consegui fazer isso por causa da companhia dos deputados, senadores. O congresso me deu um apoio extraordinário. Logo ao assumirmos o governo, estabelecemos um diálogo com o congresso e a sociedade. Não foi sem razão que sempre conseguimos fazer extraordinárias reformas, sempre desejadas, postuladas, ansiadas, mas jamais levadas adiante. Muitas vezes ouço: ‘Você tem sido muito corajoso, até ousado’. Ousado porque eu atendo aos postulados da sociedade brasileira com apoio do congresso nacional. Então, estou falando de algo que pode nos reunificar, unir o país. Muitas e muitas vezes não se pode esperar tudo do poder público. Henrique Prata não esperou e foi atrás de construir um sistema. Vejam o número de pessoas que vão a Barretos para conseguir tratamento. É interessante que muitas vezes, aqueles que estão na atividade privada fazem tanto ou mais do que aqueles que estão na atividade pública”, completou o presidente. 


Recursos

Para finalizar o evento, o presidente da República falou que liberou R$ 2 bilhões para os municípios brasileiros fecharem o ano com as contas em dia e ainda garantiu que vai conseguir recursos para melhorar e ampliar o aeroporto de Porto Velho. “Ontem, às 20h estive em reunião com a Associação dos Municípios Brasileiro e eu liberei pra o mês de dezembro, R$ 2 bilhões para os municípios”. E com relação ao compromisso com a região Norte, “aproveitar e dizer que acabamos de concluir uma licitação para melhorar e ampliar o aeroporto desta capital, e isso já está definido. Nós vamos arrumar verba para ampliar o aeroporto desta capital”. 





 

Fonte: Rondoniagora