09/11/2017
Sitetuperon realiza Assembleia Extraordinária com ex-trabalhadores das empresas Três Marias e Rio Madeira
O motivo da convocação foi tratar das rescisões trabalhistas dos trabalhadores das empresas. De acordo com o presidente do Sitetuperon a batalha judicial está ganha faltando apenas a execução por parte da justiça do trabalho.

Trabalhar, trabalhar e trabalhar e no fim do mês receber. Esse é o ciclo normal do emprego. Pelo menos era assim que deveria ser. 

Os trabalhadores do antigo Consórcio Guaporé, formado pela empresas Rio Madeira e Três Marias, que foi desfeito após uma longa briga entre prefeitura e o consórcio não tiveram essa sorte. 

Eles trabalharam pelo menos cinco meses sem receber nenhum centavo. E com a mudança de consórcio ficaram de bolsos vazios e as rescisões desses trabalhadores foi o tema de uma assembléia extraordinária realizada pelo sindicato. 

Enquanto esperam o dinheiro na conta a vida segue com as dificuldades do dia-a-dia. 

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Transporte Urbano de Passageiros no Estado de Rondônia (Sitetuperon) a batalha judicial está ganha. Agora falta a execução por parte da justiça do trabalho

São cerca de 900 trabalhadores entre os que foram demitidos e os que estão desempregados e os que foram absorvidos pelo atual consórcio. 

Em média cada um tem 20 mil reais de passivos trabalhistas para receber e para vencer a batalha a CUT já articula com o sindicato manifestações para chamar atenção de autoridades e da sociedade a respeito da difícil situação dos trabalhadores. 

Durante a assembleia ficou acordado pela ampla maioria dos presentes que o sindicato irá programar manifestações públicas já nos próximos dias. 






 

Fonte: Redação Notícias RO