26/07/2017
Casal com três filhos pequenos é diagnosticado com câncer terminal
Fazendo quimioterapia e com o marido internado em uma clínica para pessoas com doenças terminais, Karen decidiu fazer um apelo para que as pessoas não ignorem sintomas e procurem um médico sempre que sentirem que algo não vai bem.

Pais de três crianças, os irlandeses Ed e Karen Stewart foram diagnosticados com câncer terminal e, segundo médicos, têm apenas poucos meses de vida para ficar ao lado dos filhos, Keeva, de dez, Finn, de oito, e Erin, de quatro anos. A família vive em Dublin, na Irlanda.

Aos 20 anos, Karen teve neuroblastoma, um tipo de câncer nas glândulas dos rins. Ela fez quimioterapia e superou a doença pela primeira vez. Aos 32, a doença voltou e, mais uma vez, a mulher se recuperou. Em janeiro deste ano, agora aos 36, ela foi diagnosticada novamente. Agora, dizem os médicos, o quadro é irreversível.

Na mesma época, Ed, de 42 anos, começou a sentir dores no peito, mas concluiu que era apenas sinal de estresse. No entanto, com o tempo, ele passou a sentir náuseas após comer e foi ao médico. Em maio, depois de conseguir dinheiro para fazer um exame, ele descobriu que também está com câncer terminal.

Fazendo quimioterapia e com o marido internado em uma clínica para pessoas com doenças terminais, Karen decidiu fazer um apelo para que as pessoas não ignorem sintomas e procurem um médico sempre que sentirem que algo não vai bem. "Se você sente alguma dor ou tem algum caroço, vá ao médico checar isso", pediu ela em entrevista à RSVP Magazine. "Talvez não seja nada, mas pode ser que seja. Não ignore ou pode ser tarde demais".

Amiga da família, Stacey Hogg criou uma campanha de arrecadação para ajudar o casal "possa criar o máximo possível de memórias com seus três lindos filhos". Ainda abertas, as doações ultrapassaram o equivalente a R$ 40 mil. 
























 

Fonte: RedeTV!